0

Resenha: “O problema dos três corpos”, de Cixin Liu, publicado pela Suma das Letras

Prato cheio para quem gosta de invasão alienígena, O problema dos três corpos sofre pelo exagero científico
91JTNliZE7LInformações Gerais
Título original: The three-body problem (inglês)
Editora: Suma das Letras
ISBN: 9788556510204
Páginas: 320
Ano: 2016
Autor: Cixin Liu
Nota Skoob: 4,0

Com uma premissa instigante e vários elogios, O problema dos três corpos é um livro que se mostrou interessante, bem escrito e promissor, mas chato. Chato pelo fato de que o autor estragou uma ótima história com o exagero de explicações científicas desnecessárias. É claro que é um livro classificado como Ficção Científica, e que isso, por si só, já entrega que ele traz referências do mundo das “exatas”. No entanto, ele pecou pelo excesso, com detalhes exagerados que mais confundiam o leitor do que somavam à leitura – e acrescenta-se que a maior parte de quem lê é leigo no assunto. Continuar lendo

0

Resenha: “O sol é para todos”, de Harper Lee, publicado pela José Olympio

Um clássico não precisa ser chato e o Sol é para todos mostra isso
downloadInformações Gerais
Título original: To kill a mockingbird
Editora: José Olympio
ISBN: 9788503009492
Páginas: 364
Ano: 2015
Autor: Harper Lee
Nota Skoob: 4,6

Quando se fala em livros clássicos, já vem à mente a ideia de um livro rebuscado, com palavras difíceis, termos antiquados e ritmo lento. Não é preciso que seja assim. E um dos mais aclamados livros da literatura estrangeira nos mostra isso. O sol é para todos, de Harper Lee, escrito em 1960, toca na ferida do preconceito racial, e continua, ao mesmo tempo, atual e clássico. Continuar lendo

0

Resenha: “Praga”, de Michael Grant, publicado pela Galera Record

Com foco, Praga volta a dar relevância a uma série boa mas com problemas
livro_gkgqIvInformações Gerais
Título original: Plague
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501402264
Páginas: 392
Ano: 2013
Autor: Michael Grant
Nota Skoob: 4,6

Diferente dos dois volumes anteriores, Praga pareceu ter foco e objetivo, por isso é possível dizer de antemão que ele é sim um dos melhores da série, perdendo apenas, possivelmente, para o primeiro, Gone, que também dá nome à saga. Eu tenho uma certa relação complicada com esses livros. Gosto, tenho um carinho especial, mas ao mesmo tempo tenho algumas ressalvas sérias. Mas no conjunto da obra, será sempre uma série que vou procurar indicar, principalmente se o próximo volume for tão bom quanto este – e tá prometendo mesmo. Continuar lendo

0

Resenha: “A menina que tinha dons”, de M. R. Carey, publicado pela Fábrica231

Eficiente em passar mensagem de companheirismo, o livro é lento e deixa a sensação de que não avança o suficiente
menina donsInformações Gerais
Título original: The girl with de all gifts
Editora: Fábrica 231
ISBN: 9788568432020
Páginas: 384
Ano: 2014
Autor: M. R. Carey
Nota Skoob: 4,0

Livro com uma história bastante sólida, A menina que tinha dons é uma obra que peca pela lentidão. Não comprei ele pela adaptação que foi feita, mas sim pelos comentários dirigidos ao livro e pela sinopse dele. Ao fim, posso dizer que li uma boa história, mas fiquei frustrado pela lentidão e por não receber aquilo que me propuseram especialmente quando li a sinopse. Mesmo assim, é preciso dizer que para os fãs de distopias ou apocalipses, é uma boa pedida. Só não vá com muita sede ao pote, quem sabe você não se frustre. Continuar lendo

0

Resenha: “Joyland”, de Stephen King, publicado pela Suma de Letras

Despretensiosamente viciante, Joyland é daqueles livros que merecem todos os elogios
joyland-stephen-king-suma-de-letrasInformações Gerais
Título original: Joyland
Editora: Suma de Letras
ISBN: 9788581052984
Páginas: 240
Ano: 2015
Autor: Stephen King
Nota Skoob: 4,2

Alguns livros são assim, simples, chegam em nossa vida como nada e marcam para sempre. Parece exagero uma frase tão romântica aplicada à livros mas ela se encaixa muito bem neste caso. É o que sinto após ter lido Joyland, que parece ser uma obra do Stephen King subestimada, mas que merece toda atenção de cada leitor. É uma história simples, despretensiosa, mas fascinante. Os detalhes te prendem, a leveza te conquista. De tão bem construída, até contrasta com a simplicidade apresentada. É daquelas histórias para serem apreciadas aos poucos e com muito gosto. Continuar lendo

0

Resenha: “Silo”, de Hugh Howey, publicado pela Intrínseca

Desfecho de uma das minhas trilogias preferidas, Legado poderia ter mais ousadia
LegadoInformações Gerais
Título original: Dust
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580579413
Páginas: 368
Ano: 2016
Autor: Hugh Howey
Nota Skoob: 4,3

Muitos autores, e o leitor mais atento percebe de longe, que escrevem trilogias ou séries, muitas vezes começam a história e não fazem ideia de onde querem chegar. Ou seja, mal sabem como terminar este livro. Ainda bem, este não é o caso de Hugh Howey, que terminou a trilogia Silo com Legado, o desfecho aguardo da história que cativou leitores americanos após uma autopublicação em ebook e que, devido ao sucesso, ganhou as prateleiras mundo a fora. Não foi o desfecho que eu esperava, parecendo corrido na maior parte do tempo, mas foi um bom encerramento, bastante coerente com o restante da obra. Continuar lendo