Resenha: “A Lucidez da Lenda”, de Raul de Taunay

Fala, pessoal! Tudo bem? E hoje tem resenha nova! Confira só a nossa opinião de A Lucidez da Lenda, obra nacional de Raul de Taunay.

download

Na pequena São Bento da Ribanceira, cidade amazonense fictícia criada para ser um dos palcos de A lucidez da lenda: um ensaio sobre o futuro, romance épico passado na segunda metade do Século XXI, o ditado que diz que ‘Deus é brasileiro’ parece se confirmar. É ali que Ele, sob diferentes formas e em diferentes momentos, vai se comunicar com Antônia dos Anjos, uma jovem ribeirinha cuja missão será impedir a destruição da Amazônia por parte da Federação das Corporações Unidas, a mega associação de multinacionais, que com seu poderio econômico, midiático e bélico domina a Ordem Mundial. 

A Lucidez da Lenda é uma obra que trás de forma muito forte a identidade da literatura nacional. Percebe-se essa identidade, pela maneira como é escrita, pelo modo como o tema é abordado e principalmente pelo caráter de valorização que cada personagem, local ou acontecimentos ganham ao decorrer da narrativa. O autor brasileiro, desenvolve de forma completa e demorada a narração, e Raul de Taunay não é diferente.

Composto de um enredo bastante desenvolvido, A Lucidez da Lenda nos trás do começo ao fim uma história bastante trabalhada e apresentada ao leitor de forma nítida, deixando claro o cuidado que o autor desenvolveu por seu escrito.

De forma extremamente detalhada, o livro aborda toda uma construção bastante longa de personagens e fatos para se direcionar aos respectivos desfechos. A obra, em si, é caracterizada por uma leitura demorada, devido a trechos extensos e em alguns casos, desnecessários,  que detalham com certo excesso o que ocorre com os personagens, faltando a pontualidade que ajuda a tornar a leitura mais fluida.

Com uma gama bastante variada de personagens, Raul conseguiu criar e conduzir identidade e histórias de cada um de forma bastante completa, conseguindo mesclá-los no enredo de forma a torná-los únicos no contexto.

A atenção especial, vai a protagonista (Antônia), assim como para os inúmeros personagens que a acompanham de perto ao longo das páginas. Raul os desenvolveu de forma elaborada, tal que poderia estar descrevendo pessoas com a existência muito bem definida na vida real, tamanha atenção que deu aos personagens.

O cenário pelo qual a história passa é outro ponto bastante interessante, fazendo o leitor se aventurar por uma realidade nacional futurística e principalmente dando contraste a cenários nacionais, aproximando o leitor do próprio país, mesmo que através da ficção.

Apesar de muitas vezes parecer trazer uma mistura um tanto variada demais nos acontecimentos que em alguns pontos pode parecer ao leitor um exagero criativo, A Lucidez da Lenda consegue trazer um enredo bastante original, que nos apresenta mais um exemplo de como a literatura nacional tem evoluído, através do resgate que nossos autores vem realizando de nossa identidade nacional criativa.

A obra de Raul, valoriza o que temos de mais forte, apresentado valores, críticas sociais e ressaltando principalmente as melhores características que temos como povo e país, em meio a um enredo muito bem estruturado que nos coloca como protagonistas dos perigos de um futuro corporativo movido pela ambição humana.

11336005_579332368874244_155825790_n

Informações Gerais:
Editora: Pandorga
ISBN: 9788584422876
Páginas: 408
Ano: 2018
AutorRaul de Taunay

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s