Resenha: “Demolidor – o homem sem medo”, de Frank Miller, publicado pela Panini

Uma HQ que só serviu para ampliar a minha admiração pode este super-herói; história altamente recomendável
demolidorInformações Gerais
Título original: The man without fear
Editora: Panini Brasil
ISBN: 9788573515961
Páginas: 228
Ano: 2009
Autor: Frank Miller
Nota Skoob: 4,3

Sempre gostei de acompanhar as histórias de heróis, seja por filme, séries ou até desenhos animados. Mas nunca fui aficionado, tanto que o máximo de história em quadrinho que li foi o gibi da Turma da Mônica. Há poucos anos, tive a primeira experiência real com HQ de heróis ao ler Guerra Civil, e não foi lá a melhor leitura. Mas desde que comecei a acompanhar a série do Demolidor na Netflix, coloquei na cabeça que precisava ler os quadrinhos deste herói. Virei fã ao assistir e isso se intensificou com a experiência da HQ do “homem sem medo”

O Demolidor é um herói da Marvel, o segundo cego da história dos quadrinhos. Em Demolidor – O homem sem medo, somos apresentados à origem dele. Como o pequeno Matt Murdock, uma criança atenta, esperta, mas quieta, se tornou o temido “vigilante” da Cozinha do Inferno, um bairro de Nova York. Nesta história, temos na verdade uma espécie de recontagem e reconstrução da vida do herói a partir de uma visão de Frank Miller – e dos desenhos de Romita Jr. E eu não poderia ter uma experiência melhor.

A primeira coisa que me vem à cabeça é o fato de que a série produzida pela Netflix é, sem dúvida, uma das adaptações mais fiéis que já vi. As poucas alterações de uma em relação a outra foram bastante sucintas e não chegaram a estregar o todo. É gratificante acompanhar, através da HQ, o surgimento e a construção deste herói – que só voltou a ter relevância depois desta recontagem feita pelo Miller, obrigado, homem! É de fato muito interessante como a história é contada e como o autor conseguiu conduzir o desenvolvimento de forma que mostrasse realmente o surgimento desta lenda.

Com um texto bastante ágil e diálogos bem construídos – diferente, por exemplo, do que vi em Guerra Civil, do mesmo Miller -, a HQ prende o leitor facilmente desde o início. Eu li em menos de dois dias, até porque se trata de um quadrinho de poucas páginas. Aliás, ressalta-se que esta versão é a junção dos cinco volumes em um encadernado daquilo que Miller recriou. A descrição e desenho de lutas também tiveram mais êxito, para mim, em Demolidor do que em Guerra Civil, por exemplo. Não gostei, no entanto, de algo que me aprece recorrente em HQs: a pouca profundidade na história e sensação de pressa em contar a história. Apesar de bem detalhada, a HQ pareceu bem acelerada. Sem dúvida, o autor poderia ter sido mais detalhistas em alguns pontos e até explorado mais alguns acontecimentos, especialmente a ida à universidade e também o “surgimento” da fantasia icônica.

Enfim. No geral, só lamento não poder ter lido essa belíssima obra em forma física, uma vez que procurei até não poder mais um lugar para comprar. O que me restou foi, realmente, baixar a versão PDF. Os desenhos de Romita Jr. São incríveis e em versão palpável sem dúvida me fariam ter uma experiência ainda melhor. A edição especial vem ainda com manuscritos originais e reportagens especiais sobre a história. Enfim. Tenho meu primeiro herói-ídolo, e ele é o Demolidor. Agora fico na expectativa de ler mais HQs dele o quanto antes. Cinco estrelas e só não favorito pela falta de profundidade que já citei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s