Resenha: “Maré Congelada”, de Morgan Rhodes, publicado pela Seguinte

Maré Congelada apresentou todos os problema possíveis que uma série estendida pode oferecer e se tornou chato
MARE_CONGELADA_1457988191571714SK1457988191BInformações Gerais
Título original: Frozen Tides
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765954
Páginas: 440
Ano: 2016
Autor: Morgan Rhodes
Nota Skoob: 4,5

Se eu pudesse classificar esse livro de alguma forma mais específica seria: desnecessário. Não que ele seja de todo ruim, mas não acrescentou muito à história. Por se tratar de uma série estendida – foi de quatro para seis livros -, era de se esperar que houvesse pedras no caminho. Maré Congelada, o quarto livro da série A queda dos Reinos, de Morgan Rhodes, foi irrelevante na primeira metade e um pouco mais interessante na parte final. Mas continua sendo desnecessário.

Na continuação da saga, temos os quatro protagonistas e os demais personagens ainda ligados à Tétrade. E só. Não, pera. Com os quatros cristais elementares já em poder de quatro forças diferentes, agora a busca é por poder e por fazer os cristais mostrarem sua força. Além disso, temos o deus do Fogo, libertado no livro anterior, buscando problemas em Mítica. Além disso, há alianças imprevisíveis se formando.

Na verdade, não tenho muito o que falar da sinopse, porque, de fato, pouca coisa acontece. Não é redundante, é apenas verdade. O livro praticamente se tornou uma história de romance, principalmente entre Magnus e Cleo. Jonas segue irrelevante e Lucia tá muito chata. Ou seja, os quatro protagonistas estão mais chatos que o costume. Irritantes. Nada neles dá certo. Magnu e Cleo só brigam, sendo que você, como leitor, percebe que são situações forçadas pela autora. Lucia mudou de personalidade e agora é uma adolescente rebeldezinha. Jonas, apesar de tudo, aparece bem aqui, mas segue sendo um protagonista apagado. Não teve muita função até agora. Parece deslocado na história.

Outro fator que não me agradou foi a escrita. Na verdade, nem tanto a escrita de forma geral – ponto que sempre critiquei – mas assim os diálogos. Eles estão ainda mais sem naturalidade. É dose você ler coisas como “vilão perverso” e coisas do tipo. A escrita nunca foi o forte de Morgan – ou o problema pode ser mesmo a tradução. Mas neste livro o defeito só ganha mais força.

17342701

Capa original

Apesar disso, a leitura é boa e rápida. Mesmo sendo chato, ele não é um livro massante que vá te fazer ter preguiça de lê-lo. Pelo menos isso. E as decisões tomadas pela autora para o futuro dos personagens também se mostraram interessantes e devem abrir importantes momentos para os próximos livros. A diagramação da Seguinte segue muito bem cuidada, como desde o início. No tocante ao trabalho da editora não tenho muito do que reclamar.

Como um livro que serviu mais para encher linguiça mesmo, Maré Congelada não acrescentou muito, mas serviu para criar situações que deverão ser muito bem utilizadas nas continuações da saga. E com as últimas páginas revelando fatos até surpreendentes, a vontade para ler o quinto volume fica. No entanto, para o quarto livro, apenas três estrelas.

Notas 3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s