Confira as novidades dos livros mais vendidos no país

Hebe Camargo e Rita Lee eram amigas na vida real. Todo encontro público (e televisionado) entre as duas rendia boas entrevistas, sem travas nas línguas, e nunca faltava o tal selinho, criado por Rita e transformado em uma marca registrada de Hebe. Hebe morreu em 2012. Rita está aí, vivona, fazendo tudo o queria fazer, inclusive fez a sua autobiografia. O livro, publicado pela Globo chegou, nessa semana, ao topo da Lista Geral, com 5.571 exemplares vendidos. Na segunda posição, aparece a amiga. Hebe – A biografia (BestSeller / Record), escrita por Arthur Xexeo, vendeu 4.187 exemplares.

Mais vendidos 1

A dupla dinâmica derrubou o livro Batalha espiritual (Petra / Ediouro), que completou na semana passada dez semanas no topo da lista dos mais vendidos. O livro do padre Reginaldo Manzotti teve 3.661 exemplares vendidos no período e ocupa o terceiro lugar da Lista Geral.

A lista veio cheia de novidades. Só em Autoajuda, foram seis delas. Na 11ª posição, estreou Uma pergunta por dia – Para mães (Intrínseca), que vendeu 885 unidades, provando que teve muitas mães ganhando um livro cheio de perguntas no domingo passado. Na 15ª, aparece 20 regras de ouro para educar filhos e alunos (Academia da Inteligência / Planeta), de Augusto Cury, e na 20ª posição apareceu, pela primeira vez, O melhor amigo do inimigo (Academia da Inteligência / Planeta), de Mônica de Castro. Ainda na lista de Autoajuda, dois livros do papa Francisco: Quem sou eu para julgar? (LeYa), na 16ª, e O amor é contagioso (Companhia das Letras), na 19ª.
Em Não Ficção, as estreias foram: Famílias – Urgências e turbulências (Cortez), de Mario Sergio Cortella, que ocupa o 13º lugar da lista, e Prisioneiras (Companhia das Letras), de Drauzio Varella, na 15ª.

As outras novidades da semana são: A árvore dos anjos (Arqueiro / Sextante), em Ficção; Poder e alta performance (Gente), em Negócios; Agora e para sempre (Intrínseca) e Minha Primeira Bíblia (Tiger Tales / Nobel), em Infantojuvenil.
No Ranking Geral das Editoras da semana, a Sextante permanece no topo, com 16 títulos. A Intrínseca aparece na segunda posição, com 14 e o Grupo Companhia das Letras, na terceira, com 11. Na corrida pelo Prêmio Avena PublishNews de Editora do Ano, a Sextante lidera com 48 títulos emplacados ao longo do ano.

GERAL

GERAL

FICÇÃO

ficçaõ

NÃO FICÇÃO

nao ficçaõ

AUTOAJUDA

autoajuda

INFANTOJUVENIL

infanto

NEGÓCIOS

negócios

EDITORAS

editoras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s