Suma de Letras traz ao Brasil “Sempre vivemos no castelo”, de Shirley Jackson

Considerada um dos principais nomes da literatura de terror, Shirley Jackson finalmente chegará ao Brasil com Sempre vivemos no castelo, originalmente lançado em 1962. A publicação será pela Suma de Letras.

17264319_10154205296326050_5387084056596702325_n

A editora anunciou a novidade recentemente através das redes sociais. O livro, que quase ganhou uma adaptação cinematográfica em 2009, é uma das principais obras de Shirley, que é tida como a dama do terror. Ainda sem data confirmada, Sempre vivemos no castelo será lançado em algum dia de abril.

O trabalho de Shirley Jackson influenciou escritores como Neil Gaiman e Stephen King. Ela também já teve vários de seus livros adaptados para o cinema; o mais famoso, A Casa Amaldiçoada, virou filme duas vezes, sendo o último de 1999, estrelado por Liam Neeson e Catherine Zeta-Jones.

Sinopse

A história nos transporta para uma pequena cidade americana onde Merricat Blackwood vive com a irmã Constance e o tio Julian. Antes existiam sete membros na família Blackwood, até que uma dose fatal de arsênico matou quase todos. Acusada e posteriormente inocentada pelas mortes, Constance volta para a casa da família, onde Merricat a protege da hostilidade dos habitantes da cidade. Mas tudo muda quando o primo Charles resolve fazer uma visita… Merricat é a única que pressente o iminente perigo, e fará o que for necessário para proteger Constance. Com um humor macabro, Shirley Jackson leva o leitor a um labirinto sombrio de medo, suspense e neuro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s