Resenha: “Em algum lugar nas estrelas”, de Clare Vanderpool

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Hoje tem resenha nova e o livro da vez é Em algum lugar nas estrelas, publicado no Brasil pela DarkSide Books e escrito por Clare Vanderpool. Confira!

Banner-site-Em-Algum-Lugar-nas-Estrelas.png

EM ALGUM LUGAR NAS ESTRELAS é um romance intenso sobre a difícil arte de crescer em um mundo que nem sempre parece satisfeito com a nossa presença. Pelo menos é desse jeito que as coisas têm acontecido para Jack Baker. A Segunda Guerra Mundial estava no fim, mas ele não tinha motivos para comemorar. Sua mãe morreu e seu pai… bem, seu pai nunca demonstrou se preocupar muito com o filho. Jack é então levado para um internato no Maine (o mesmo estado onde vivem Stephen King e boa parte de seus personagens). O colégio militar, o oceano que ele nunca tinha visto, a indiferença dos outros alunos: tudo aquilo faz Jack se sentir pequeno. Até ele conhecer o enigmático Early Auden.

Early, um nome que poderia ser traduzido como precoce, é uma descrição muito adequada para um prodígio como ele, que decifra casas decimais do número Pi como se lesse uma odisseia. Mas, por trás de sua genialidade, há uma enorme dificuldade de se relacionar com o mundo e de lidar com seus sentimentos e com as pessoas ao seu redor.

Obsessivo, Early Auden tem regras específicas sobre que músicas deve ouvir em cada dia da semana: Louis Armstrong às segundas; Sinatra às quartas; Glenn Miller às sextas; Mozart aos domingos e Billie Holiday sempre que estiver chovendo. Seu comportamento é um dos muitos indícios da síndrome de Asperger, uma forma branda de autismo que só seria descoberta muito tempo depois da Segunda Guerra, e que inspirou personagens já clássicos como o Sr. Spock (Star Trek), o Dr. House e Sheldon Cooper (The Big Bang Theory).

Quando chegam as festas de fim de ano, a escola fica vazia. Todos os alunos voltam paracasa, para celebrar com suas famílias. Todos, menos Jack e Early. Os dois aproveitam a solidão involuntária e partem em uma jornada ao encontro do lendário Urso Apalache. Nessa grande aventura, vão encontrar piratas, seres fantásticos e até, quem sabe, uma maneira de trazer os mortos de volta ainda que talvez do que Jack mais precise seja aprender a deixá-los em paz.

Em algum lugar nas estrelas, acima de tudo é um livro sobre lições, lições de amizade.  Essa foi mais uma das ótimas publicações da DarkSide. O livro não só traz uma diagramação excelente como um trabalho de ilustração impecável e com isso você se afunda nesse universo de aventuras que Em algum lugar nas estrelas traz.

A leitura é rápida e gostosa, e a autora nos coloca diretamente dentro da vida, dos pensamentos e sentimentos de Jack Baker. Não é algo emocionante, mas é algo tão leve e simples que acaba tocando o leitor.

Existe toda uma inocência praticamente infantil nos personagens (Jack e Early), onde um contradiz do outro, e isso torna as perspectivas  no livro extremamente interessantes.

Com a leitura conseguimos resgatar um lado esperançoso e sonhador. Como dito, a leveza da leitura proporciona uma imersão dentro de histórias (a história de pi dentro da narrativa  é outra coisa incrível).

Durante o enredo, tanto a história de Jack e Early como a de Pi vão se entrelaçando, a a sobreposição de ambos os enredos no livro é extremamente bem feita, fazendo o leitor querer um pouco de cada ao mesmo tempo.

Em algum lugar nas estrelas nos trás personagens excepcionais com histórias particulares muito bem expostas, as quais nos fazem tirar lições da leitura. E claro, a amizade é uma delas.

Clare nos proporciona perspectivas e visões, assim como nitidamente reforça o valor da amizade em meio as diferenças e dos problemas.  Em algum lugar nas estrelas me lembrou a vivacidade e leveza de O Pequeno Príncipe, assim como também me trouxe as lembranças das aventuras descritas em Os Goonies (que também tem uma edição incrível pela DarkSide, assim como foi resenhado por nós aqui).

Esse é o tipo de livro que recomendo para qualquer pessoa, uma leitura prazerosa e um tanto reflexiva, perfeita para se recordar de que amigos, são amigos do jeito que só nós podemos aturá-los.

11652075_579332818874199_304993955_n.jpg

Informações Gerais:
Editora: DarkSide Books
ISBN9788566636833
Páginas: 288
Ano2016
Autora: Clare Vanderpool

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: “Em algum lugar nas estrelas”, de Clare Vanderpool

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s