Lucro e receitas brutas da Saraiva crescem no primeiro trimestre de 2016

A Saraiva divulgou na semana passada os resultados do primeiro trimestre de 2016 encerrado no dia 31 de março. Em comparação ao mesmo período de 2015, o primeiro trimestre fechou com crescimento de 3,3% nas suas receitas brutas, que alcançaram R$ 542,3 milhões, versus R$ 524,9 milhões em 2015.

saraiva

O lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) no primeiro trimestre desse ano apresentou crescimento de 76% em relação ao mesmo período do ano passado, alcançando R$ 20 milhões.Isso levou a companhia a ter um resultado final consolidado positivo de R$ 300 mil no período. No ano passado, o mesmo resultado apresentava prejuízo de R$ 9,1 milhões.

As despesas operacionais mantiveram-se estáveis, em R$ 153 milhões, queda de 0,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Isso, segundo a companhia, “demonstra o esforço no controle das despesas mesmo diante de um cenário de fortes pressões inflacionárias nos principais custos da companhia”.

e-Commerce
Um dos destaques do primeiro trimestre de 2016 foi o crescimento de 10% nas receitas brutas do e-commerce em comparação ao mesmo período do ano passado. A participação no total de receita bruta das operações do site em relação ao total das operações varejistas do grupo ficou em 32% no primeiro trimestre de 2016. No mesmo período do ano passado, essa relação era de 29%. As vendas líquidas obtidas nesse canal somaram R$ 158 milhões no período, crescimento de 2,9% em comparação ao mesmo período de 2015.

Lojas físicas
A companhia chama a atenção para o investimento em reformas e readequação de suas lojas e na revisão do mix de categorias oferecidas. Para junho, a loja do Shopping Jardim Sul, na capital paulista, deve ser reinaugurada com novo layout e a loja do Shopping Iguatemi de Porto Alegre (RS) deve mudar de ponto com o objetivo de redução do custo de ocupação e implantação de um novo mix de produtos e serviços. A companhia informa ainda que deve aumentar o número de cafés em suas lojas, de 38 para 60 unidades até o fim do segundo semestre. Essas operações, acredita a Saraiva, contribuirá para o aumento da rentabilidade de lojas, uma vez que os espaços são sublocados.

A varejista, que nas últimas apresentações de resultados vinha falando que precisava reavaliar a sua estratégia de estar presente em aeroportos brasileiros, informou que desistiu do contrato que previa a inauguração de cinco unidades no aeroporto de Viracopos, no interior paulista. Os valores investidos serão devolvidos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s